texto alternativo da imagem

SOBRE A EDUCAÇÃO DOS FILHOS – PARTE 1

pais-e-filhos-felizes1-326x183

 

Há alguns dias eu fui a reunião da escola de minha filha e a pedagoga leu um texto sobre os “pais maus” segundo o texto estes pais são aqueles que participavam efetivamente da vida dos filhos, os pais de antigamente… que eram pais maus porque não deixavam que os filhos fizessem o que queriam pela vida afora.

Ao refletir sobre o texto cheguei realmente a conclusão que atualmente inverteu-se a posição das palavras e que os antigos “pais maus” se transformaram atualmente em “maus pais”, numa sociedade totalmente permissiva na qual vivemos hoje, os pais, em sua maioria jovens e inexperientes tem dado uma lição de como “deseducar” os filhos… Vou dar aqui alguns exemplos de como esse processo de “deseducação” tem se dado.
Claro eu precisarei de vários artigos para isso… Mas… comecemos! Hoje eu vou falar da dificuldade dos pais em dizer não para os filhos.
Não são raras a cena de pirraça sem motivo que vemos nas ruas e principalmente nos supermercados, quando a criança deseja levar algo e os pais não dão… então começa a cena, e a pirraça é tão grande que os pais envergonhados acabam cedendo… bom, eles deveriam sentir vergonha é de ceder ao capricho dos filhos, se deixando manipular por eles… palavra pesada? “Manipular”; poxa Patrícia você está me dizendo que uma criança de 3 anos é capaz de manipular? E a resposta é sim… as crianças não são umas tontas e tapadas como muitos pais pensam, elas sabem como conseguir o que querem e a partir do momento que conseguirem uma vez… ahhh vão usar isso pra sempre!
Meus queridos pais, isso é uma regra muito importante: nunca diga “não” se não estiver disposto a sustentar este “não”. Claro que você pode mudar de opinião algumas vezes mas apenas se houver um motivo muito forte para isso. Certa vez um professor de um curso que eu fazia (por sinal uma figura muito turrona daqueles tipos militares antigos)… rsrs disse como ele agia com seus filhos: ao dizer um não em determinadas situações e se os filhos continuassem a insistir, ele replicava em uma única frase: “Qual a parte do “não que você não entendeu?”… Achei esta expressão ótima e copiei… tenho praticado com meus filhos, e acredite… dá certo…
Muitos pais sentem culpa por não estar presentes constantemente na vida de seus filhos acabam cedendo a todos os caprichos dos pequenos… esta é  a forma mais simples de deseducar seus filhos; não sintam culpa! Revertam isso aproveitando o pouco tempo que tem com eles, tornem-se pais verdadeiros… rolem no chão, brinquem de pega-pega, mordam bastante a barriguinha deles e conversem.. conversem sempre! Empregue suas energias nisso; e por menor que seja seu tempo com eles, verão a diferença; o importante é a qualidade deste tempo mesmo que seja 30 min diários… façam isso e vocês não terão mais culpa… assumam sua postura de pais e tenham coragem para sustentar o não; assim você prepara o seu filho para a vida; afinal, mesmo que você nunca diga não, a vida vai dizer algumas vezes e ele terá que estar pronto para isso. Imagine a cena: seu filho cresce e vai procurar um emprego, então ele não é selecionado diante disso, ele senta no chão e berra batendo as pernas… rsrs que cena deprimente né, claro que quando adulto é bem provável que ele não vai fazer isso, mas, ele pode chegar em casa e maltratar todos a sua volta para extravasar sua frustração , ele pode ter sérios problemas de depressão, dentre inúmeras reações possíveis, tudo isso porque ao longo da vida ele não viveu a experiência de ouvir “não”, ele jamais foi frustrado e seu cérebro não desenvolveu estruturas para lidar com isso… Portanto aprenda a dizer não enquanto é tempo…
 Patricia Fernanda Pedagoga e Cronista deste Blog

Siga-nos no Facebook

Readers Comments (2)

  1. é preciso que se diga que o auge da birra acontece entre 2/3 anos e não por chantagem ou maldade mas por uma pane corporal, pp pelo excesso de estímulo em shoppings e mercados

    a dica é sair do ambiente, oferecer água à criança, pega-la e sair do local 'do crime'…

  2. CONCORDOOO em numero, genero e grau….parabens pela atitude.

Leave a comment

Your email address will not be published.


*